Páginas

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

A semana inteira


Por que eu passo a semana inteira tentando entender o que eu não vou entender durante toda vida? Por que eu passo a vida inteira tentando entender à vida? Estranho. Não sei. Sou assim. Você me entende?
Sabe. Outro dia eu percebi que eu realmente odeio as despedidas. É. Soa-me como se fosse algo definitivo. Não sei se é porque já sofri tanto com isso um dia que hoje estou traumatizada ao ponto de não suportá-la mais.
E é sempre assim. A semana às vezes passa rápido, quando é doce e alegre, mas nem tudo são flores e tem vez que ela custa a passar. Uma solidão só. Até que os dias preciosos voam e o dia (in)feliz chega. Despedida.
Sabe. Quando você me abraça forte e diz “já estou com saudades” eu sinto uma faca entrando nos meus rins. Sério. Dói nos dois. Dói tanto. Eu não quero que você vá embora. Eu não quero que me deixe. Eu tenho que suportar mais uma semana inteira para poder vê-lo. Você me diz coisas bonitas para despertar as borboletas. Nossa. Soa-me como um adeus. Parece tão definitivo. Parece uma despedida e eu não gosto de despedidas. Por que você faz isso comigo? Por que a vida faz isso com a gente? Eu passo a semana inteira tentando entender à vida, sendo que nem ela entende a gente. 
Você me entende?

Um comentário:

  1. acho que é saudade. dói demais, até hoje
    amei.

    ResponderExcluir

palavras não ditas: